O Teatro Cristão é medíocre

Estava em discussão sobre Teatro Cristão no Twitter, e como lá só são 140 caracteres por vez, fica difícil de se compreender bem que o quero dizer, então resolvi escrever aqui. Não vai ser um artigo de como ser um ator cristão ou como montar um espetáculo. Na verdade é mais um desabafo com o que está acontecendo dentro das igrejas e que me deixa indignado.

Pra começar, sou ator dentro da igreja e no “mundo”, como muitos falam. Então posso falar com propriedade. O teatro evangélico é medíocre! Isso mesmo. Medíocre! Infelizmente. Comecei logo falando isso que parece ser uma grosseria, mas é para mostrar tamanha raiva em reação a isso e chamar sua atenção.

Sabe por que? As pessoas não investem no que realmente querem. Ainda hoje fazem peças de quando eu era moleque de 8 anos de idade. Sério! Isso é triste! As pessoas querem fazer teatro na igreja, mas nunca foram em uma aula de teatro na vida para aprender ou aperfeiçoar o que sabem. Não estou falando que somente atores profissionais devem fazer teatro nas igrejas, mas isso é certo? Será que devemos colocar qualquer um para fazer isso? Aposto um braço que seu pastor não coloca qualquer um para pregar num culto de domingo. Sempre prega aquele que é formado em teologia ou pelo menos tem um certo conhecimento pleno da Bíblia. Então me digam por que os líderes de teatro escalam “atores” que não sabem nem falar a palavra papibaquigrafo sem enrolar a língua?

É triste você dar oportunidade e perder 15 ou 30 minutos do culto pra ver uma palhaçada, mesmo nem sendo de humor. Acho que esses “atores” nem sabem o que estão fazendo. A desculpa de muitos é dizer que é para Deus. MENTIRA! É preguiça de ensaiar, aprender! Queridos amigos atores, dançarinos e músicos cristãos. Você não faz para Deus, faz para o homem! Deus não precisa ser evangelizado! Confundem muito isso!

Nossa obrigação é ser grato e adorar a Deus para sempre! Mas o que você faz é para mostrar a salvação e transformação. E você mostra a salvação e transformação de vida pra quem? O homem, amigo. Não Deus. entendam isso! Procurem se aperfeiçoar e aprender! Falo diretamente pro teatro poque sou da área, mas a dança e música são do mesmo jeito. Invistam e façam um bom trabalho. Deixem de preconceito com esse negócio de que não podem fazer aula de teatro, dança e música fora da igreja. Saiam desta bolha gospel!.

O Jeova Nissi é o maior grupo cristão de teatro. O problema é que todo mundo quer ser um “Jeová Nissi” e a coisa não deve ser assim. Admiro muito eles, mas vamos deixar de copiar. Inspirem-se, mas não copiem. Criem suas peças, figurinos, cenários etc. Entendem isso? Chega de mediocridade na obra de Deus! Deixem de dançar com calça jeans usada, fazer peça com as batas do batismo e cantar desafinado!

Espero que eu esteja sendo claro sem ofender ninguém. Mas é que isso me cansa. Sério! O mundo está investindo e inovando. E nós? O que estamos fazendo? O Evangelho não pode estacionar. Já trabalhei com muitos grupos usados por Deus e é isso que prego quando vou ministrar peças nas igrejas com a Cia. de Teatro Os Bênçãos. Ao fim da nossa ministração, fazemos o apelo para a salvação, oramos e pedimos para que levantem pessoas dispostas a investir seu tempo na obra, tanto com o teatro, a dança e a música daquela igreja.

Isso é muito bom! O teatro é uma arma muito forte pro evangelismo, se as pessoas soubessem usar, claro. Acho que poucos de vocês sabem. Mas é muito forte mesmo! Pensem por esse lado. Os crentes entenderam a peça e aceitará o “Jesus” com a bata do batismo, mas o que os visitantes acharão? Vão entender? Simplesmente vão rir e sair de lá falando mal. Se querem fazer, façam bem feito, se não, falem do amor de Deus normal, visitando as pessoas.

Está com o coração cheio de Deus não é a única coisa que conta. Isso é o começo. Depois vem preparação “profissional”, figurino, texto, cenário etc. E assim a obra se firmará.

Thiago Matso

Posted in Textos.

8 Comments

  1. Vc disse tudo que eu penso!
    O pessoal pensa que o q importa é a atuação do Espirito, usam isso como desculpa pra nao ensaiar!
    Alias, nao só no teatro, mas tudo que é feito pra Deus tem de ser o melhor!
    Acabem -se de ensaiar, gastem seu dinheiro, invistam no seu talento, po!
    Foi Deus que te deu pra o louvor dele!

  2. @lorenBitencourt

    Postei isso voltado pro teatro, porque é com o que trabalho. Mas sim, serve pra música e dança também. =)

  3. @Davi

    Opa, Davi. Uma vez ou outra escrevo aqui sim. Quem sabe mando uns. =)

    Abraços!

    Thiago Matso

  4. Valeu vaso de Deus, é isso mesmo essa deve ser a nossa postura. Afinal estamos trazendo homens á etenidades , e não os divertindos, estais certissimo amado,continue persuadindo no amor. Deus te renove a cada dia, abraço e paz do nosso Cristo.

  5. Deus não requer diplomas ou cursos profissionalizantes para que possamos atuar na obra.Não precisamos selecionar currículos dentro da igreja para inserir as pessoas em ministérios.A aptidão (dom) vem de Deus,abandone a sua concepção subjetiva e medíocre que ao meu ver tem a pretenção de inibir e vetar chamados.Na igreja não existe RH.Não tenho ideais primitivos,pelo contrário,concordo que se as pessoas sentirem necessidade,elas podem sim buscar por cursos externos de aprimoramento,mas,não podem de forma alguma, se sentirem coagidas a isso.Ministério não exige pessoas graduadas ou com nível superior de conhecimento dos demais que não participam do mesmo.Já fui líder de um teatro ímpar,onde todos os integrantes encenavam de forma magnífica,sabiam improvisar e também ensaiar nossos roteiros com seriedade e comprometimento.O diferencial estava no amor que eles tinham pelo que faziam,e acima de tudo,faziam para honra e glória de Deus.E sim,eram pessoas sem especialização alguma.Que Deus te abençoe e ilumine a sua mente.O problema todo não estava no que vc disse,mas como vc o disse.As palavras podem gerar vida ou morte,cuidado para não ser tão hostil da próxima vez.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>